CONTÁGIO

by 20:18 0 comentários
Às vezes estou com pressa. Quando estou com pressa não olho para nada e saio andando, listando na cabeça tudo o que preciso fazer. Mas terça não. Eu não estava com pressa. Eu estava andando rápido porque estava ansiosa, cansada, tensa. Quando parei em um determinado setor de uma instituição a moça que me atendeu estava  com uma aparência de brava, revoltada com a vida, "de cara fechada". Ela me alcançou o que eu precisava.  Agradeci. Saí de lá e automaticamente me sentindo rancorosa, estressada e comecei a andar mais rápido ainda. Foi aí que passou por mim uma outra moça. Reparei algo diferente nela: vinha desde o início do corredor sorrindo. Se era pra mim não sei, mas sorri de volta, involuntariamente. Ela passou me desejando bom dia e eu respondi: Bom dia! - Nem perguntei se ela estava bem...eu vi que ela estava, pelo menos pareceu. Continuei meu trajeto diminuindo o passo e desejando a mim mesma ainda  sorrindo: "Isso! Tenha um bom dia" , para repassar adiante o humor que havia recebido minutos antes. "Se for pra contagiar alguém que seja com bom humor". (Paola Braga).


Profa Paola Braga

Autora

Professora. Concurseira. Apaixonada por livros, computadores e Games. Escreve crônicas, poesias e textos de opinião.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visitinha!